16 de maio de 2021

Torcedores do Vasco são proibidos de participarem da eleição da diretoria

 Torcedores do Vasco são proibidos de participarem da eleição da diretoria
Eleição para presidente do Vasco na sede náutica na Lagoa em 2008. (Foto: Reprodução)

Com o objetivo de garantir a tranquilidade durante a eleição para o Conselho Deliberativo do clube Vasco da Gama, que será realizada nesta terça-feira (07), integrantes da Torcida Jovem do Vasco terão que manter distância de pelo menos 2 quilômetros do local de votação, que é a sede de São Januário.

A decisão foi tomada pelo juiz Guilherme Schilling Duarte, do Juizado do Torcedor e dos Grandes Eventos do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, em audiência realizada nessa segunda-feira (06).

O magistrado enviou ofício ao Comando da Polícia Militar para que disponibilize efetivo suficiente no entorno do local de votação, de forma a garantir a segurança pública até o término do processo eleitoral.

Além da segurança planejada com o Grupamento Especial de Policiamento de Estádios do lado de fora de São Januário, o clube se responsabilizou em contratar 104 agentes particulares de segurança.

Os participantes da audiência concordaram que não haverá acesso de não sócio no dia da eleição, fora pessoas que se apresentarem como acompanhantes. Nesse caso, haverá um livro apropriado na entrada do clube para autorizar o ingresso. Não haverá votação de qualquer sócio sem que seja apresentado documento de identificação com foto.

Além de Eurico Miranda, candidato à reeleição, concorrem à presidência do Vasco da Gama Julio Brant, Fernando Horta e Alexandre Campello.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *