17 de junho de 2021

Seis mortes em 24 h registradas no interior e na Ilha

 Seis mortes em 24 h registradas no interior e na Ilha
Adriano Sodré foi morto ontem a tiros no centro de São João Batista (Foto: Divulgação)

A violência continua predominando no estado apesar das autoridades policiais anunciarem que a criminalidade está sob controle. Em menos de 24 horas, seis assassinatos e uma tentativa de homicídio ocorreram no interior do estado e na Região Metropolitana de São Luís, segundo informações são de O Estado. Uma das vítimas foi o jovem Adriano Sodré, idade não revelada, que segundo a polícia, foi morta a tiros na manhã de ontem em pleno centro da cidade de São João Batista. A motivação para esse crime não foi revelada.

A polícia informou que a vítima levou três tiros na cabeça e os criminosos fugiram em uma motocicleta preta. Guarnições da Polícia Militar foram acionadas e realizaram rondas na cidade e em localidades adjacentes, mas até a tarde de ontem não havia registro de identificação dos autores do crime.

O corpo da vítima foi removido para o hospital de São João Batista para realizar os exames periciais e logo depois foi liberado para os familiares. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil da cidade. Há informações de que a vítima era envolvida com a comercialização de droga.

Latrocínio

No povoado Itatuaba, zona rural de Icatu, a polícia registrou um caso de latrocínio (roubo seguido de morte) na tarde de quarta-feira, 20. Dois bandidos chegaram ao comércio de um homem identificado apenas como Márcio, pediram dois refrigerantes e um pacote de biscoito, mas na hora do pagamento deram uma nota de R$ 50,00.

A dupla anunciou o assalto no momento em que o comerciante abria a gaveta para passar o troco. Eles levaram todo o dinheiro que estava no estabelecimento comercial e ainda balearam o comerciante antes de fugirem em uma motocicleta de marca e placa não identificadas.

A vítima ainda foi levada para o hospital, em Icatu, mas morreu antes de ser submetido a tratamento cirúrgico. O corpo foi liberado na manhã de ontem aos familiares. Até a manhã de ontem não havia registro da prisão dos acusados.

Também na quarta-feira, executado com tiros na cabeça Adeilson Moraes Correa, o Dedé ou Cara Feia, de 27 anos, no povoado Cachoeira, em Cajari. A polícia informou que a vítima estava em um bar quando levou três tiros na cabeça desferidos por um homem não identificado, que fugiu em uma motocicleta.

A polícia não revelou a motivação desse crime, mas informou que a vítima tinha passagem pela Justiça e ainda era suspeita de uma tentativa de homicídio ocorrida na semana passada no povoado Veloso, zona rural da cidade.

Já em Santa Inês, a polícia achou o corpo de um morador de rua, identificado apenas como Marcelo, na quarta-feira, 20. Ele foi morto a tiros desferidos por desconhecidos. Há informações de que esse crime tem ligação com a venda de droga na localidade. O corpo da vítima foi encaminhado ontem para o Instituto Médico Legal de São Luís.

Mais caso

Na madrugada de ontem, Antônio Carlos da Silva, o Gordão, de 23 anos, segundo a polícia, foi baleado em sua residência, no bairro Trizidela, em Bacabal por um homem identificado como Lourinho Matador. Este criminoso é acusado de ter assassinado o pai da vítima, Antônio Demétrio, de 40 anos, no dia 15 de setembro do ano passado.

Ontem, Lourinho Matador invadiu a casa da vítima e efetuou cinco tiros em Antônio Carlos, que foi levado para o hospital de Bacabal e até a tarde de ontem permanecia internado, correndo risco de morte. Ainda de acordo com as informações da polícia, a vítima tem passagem pela polícia pelos crimes de assalto e tráfico de entorpecente.

Na Ilha

Duas mortes ocorreram na noite de quarta-feira, 20, na Ilha. Um dos casos ocorreu no Porto do Mocajituba, em Paço do Lumiar. Paulo Robson Galvão, de 28 anos, discutia com a ex-esposa, nome não revelado, quando levou três tiros disparados por um homem não identificado, que estava em uma motocicleta.

Paulo Galvão ainda foi levado para o Hospital Socorrão II, em São Luís, mas chegou sem vida. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga.

A outra vítima foi Alisson Vítor Fernandes, de 18 anos, cujo corpo foi levado para o IML também na noite de quarta-feira. Segundo a polícia, ele foi alvejado e levado para o Socorrão II onde morreu. O bairro onde ocorreu o crime não foi informado. Os dois assassinatos estão sendo investigados pela equipe da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP).

 

Casos de violência no estado

São João Batista: Adriano Sodré morto a tiros no centro da cidade na manhã de ontem.

Icatu: O comerciante identificado por Márcio foi vítima de latrocínio na tarde de quarta-feira, 20.

Cajari: Adeilson Moraes Correa, o Dedé ou Cara Feia, de 27 anos, foi morto a tiros, no povoado Cachoeira, também na quarta-feira

Bacabal: Antônio Carlos da Silva, o Gordão, de 23 anos, foi baleado em sua residência, localizada no bairro Trizidela, vítima de tentativa de homicídios.

Santa Inês: O corpo de um morador de rua, identificado apenas como Marcelo, foi achado com seis marcas de tiros.

Grande Ilha: Dois homicídios na noite de quarta-feira, tendo como vítimas, Paulo Robson Galvão (Paço do Lumiar) e Alisson Vítor Fernandes (em local desconhecido)

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *