15 de junho de 2021

Segurança é morto em show de Safadão

 Segurança é morto em show de Safadão

O que era para ser apenas mais um dia de trabalho para Nilo Vitório Saraiva Pontes, de 36 anos, que se encontrava realizando serviço de segurança na festa Garota White, que aconteceu na noite deste sábado (26) no Pestana São Luís Hotel, na Avenida Litorânea, terminou no falecimento do mesmo.

Nilo Vitório Saraiva Pontes, que prestava serviço para a empresa Falcon Segurança, foi atingido por disparos de arma de fogo quando tentava colocar  uma mulher para fora da festa, suspeita de praticar vários furtos no local, e morreu a caminho do Hospital Socorrão I.

O corpo do segurança está sendo velado na residência da família, localizada na Vila Maranhão.

Entendo o caso

De acordo o delegado Leonardo Carvalho, responsável de plantão na Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP) uma mulher estaria praticando furtos dentro do show. Após uma das vítimas perceber a prática do crime, segurou a suspeita e a entregou para um segurança do evento. Quando o segurança estava conduzindo a mulher para fora do local, o companheiro dela, identificado como Lucelmo Farias Gomes e se encontrava do lado de fora da festa armada com revolver calibre 38, ao ver a situação sacou a arma e efetuou disparos contra o segurança e pessoas no entorno.

Confira na íntegra entrevista com o delegado Leonardo Carvalho

Após o crime, o suposto suspeito pegou um táxi e fugiu do local, sendo abordado por uma viatura policial na Avenida dos Holandeses, nas proximidades do Banco Bradesco. Dentro do veículo, estavam 04 pessoas, sendo: o motorista, mais um homem e duas mulheres, identificadas como Ana Patrícia Silva de Sousa e Eliene Pereira Sousa, esta última apontada como a mulher que foi expulsa do evento e deu causa ao homicídio. Também foi encontrado suposta arma utilizada na prática do homicídio, um revólver com a numeração raspada embaixo do tapete do veículo com 06 cápsulas, sendo duas delas deflagradas.

Arma utilizada na prática do crime (Foto: Divulgação/PM-MA)

Abordado pela polícia, informou logo de fato que era o autor dos disparos. Ao serem conduzidos para o Plantão Central para os procedimentos legais, foi identificado que Lucelmo Farias Gomes estava portando uma identidade falsa em nome de Carlos Lúcio Ribeiro Assunção e que havia 03 mandados de prisões em aberto desde 2007 e dois homicídios contra ele.

Lucelmo Farias Gomes, identificado como autor dos disparos (Foto: Divulgação/PM-MA)

Já em relação às duas mulheres conduzidas, ambas, já tinham passagem por furto , sendo que uma delas estava com mandado de prisão em aberto. Com relação ao furto, a polícia não conseguiu comprovar o crime porque a vítima não compareceu para identificação e o objeto do furto não ter sido encontrado com os acusados.

Após serem apresentados na delegacia, as três pessoas foram encaminhadas para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, e encontram-se a disposição da Justiça.

Ana Patrícia Silva de Sousa e Eliene Pereira Sousa (Foto: Divulgação/PM-MA)

Produção do evento

Em nota, os produtores locais do evento Garota White São Luís vêm a público informar que nas primeiras horas deste domingo (27), ainda durante o referido espetáculo musical, tomaram conhecimento de que um dos integrantes da equipe prestadora de serviços de segurança privada havia sido vítima de arma de fogo na área externa do local da festa.

A Polícia Militar foi acionada tão logo o fato ocorreu e, ao que pudemos apurar, preliminarmente, conseguiu efetuar a prisão do suposto autor e demais envolvidos no crime; contudo, não temos conhecimento de maiores detalhes, uma vez que prosseguem às investigações acerca do fato.

Aproveitamos a ocasião para nos solidarizarmos com familiares, amigos e colegas da vítima, e registrarmos nossa profunda indignação pela banalização da violência que vemos nos dias atuais. É revoltante saber que uma ação criminosa como essa põe fim à vida de um pai de família honrado e trabalhador.

Por fim, reiteramos nossa total confiança nas autoridades de segurança do Estado, e rogamos às mesmas que não deixem que esse crime fique impune.

 

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *