9 de maio de 2021

Polêmicas movimentam eleições do Coren-MA

 Polêmicas movimentam eleições do Coren-MA

O programa Na Hora ouviu dois candidatos à presidência do Coren-MA. (Foto: Reprodução / Rádio Notícia Maranhão)

O programa Na Hora ouviu dois candidatos à presidência do Coren-MA. (Foto: Verislene Alves /Rádio Notícia Maranhão)

Com o objetivo de sempre ouvir o dois lado da notícia, o programa ‘Na hora’, que vai ao ar de segunda a sexta, das 13h às 14h, na 92.3FM, tem sido um grande sucesso e caiu no gosto do povo maranhense.

Na semana passada, o programa ouviu dois candidatos à presidência do Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA).

Na primeira entrevista, o presidente do Conselho e candidato a reeleição pela Chapa 6, Jhonny Marlon Campos, fez uma balanço da gestão. Ele assumiu a presidência do órgão após cinco pessoas assumirem o cargo máximo da entidade em menos de um ano e meio, o que corresponde metade da gestão.

Segundo ele, após ser eleito por uma eleição interna, a gestão atual pagou as dívidas deixadas pelos presidentes antigos. O salário dos servidores teve um acréscimo de 50% e diversos projetos com parcerias para beneficiar os associados foram firmados, inclusive esse último argumento continua sendo uma das propostas da campanha para reeleição.

Sobre as próximas eleições, o presidente declarou que seis chapas foram inscritas para disputar a presidência do órgão, entre elas a Chapa 2, encabeçada por Patrick Gomes e Jamisson Oliveira.

Durante a entrevista, Jonny afirmou que os candidatos da chapa 2 estariam disputando de forma irregular, porque eles declaram que residiam em São Luís, mas as certidões civis foram emitida em São José de Ribamar, caso esse que não é aceito nas eleições do conselho.

Representantes da Chapa 2. (Foto: Verislene Alves / Rádio Notícia Maranhão)

Na segunda entrevista do programa, dessa vez com os representantes da Chapa 2, intitulada como Movimento Acorda Enfermagem, Patrick Gomes e Jamisson Oliveira, alegaram que a candidatura deles é legal e foi autorizada por um juiz federal.

Na ocasião, apresentaram duas propostas. Segundo os candidatos, eles pensam em criar convênios de descontos para os 47mil associados, implantar uma central de atendimento 24h para os enfermeiros, além de combater o exercício ilegal da profissão.

As eleições serão realizadas no dia primeiro de outubro e apenas os conveniados do Conselho que estiverem em dia com o pagamento poderão votar de forma online. Todos os aptos já receberam as instruções de votação por e-mail. Lembrando que essa será a primeira vez que a votação para a escolha da presidência acontecerá de forma totalmente online.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *