6 de agosto de 2021

Negado pela terceira vez pedido de habeas corpus para agressor de advogada

 Negado pela terceira vez pedido de habeas corpus para agressor de advogada
Lúcio André Genésio continua foragido (Foto: Reprodução)

Após 48 horas do pedido de habeas corpus para o empresário Lúcio André Genésio, acusado de agredir a ex-mulher, a advogada Ludmila Rosa Ribeiro, o desembargador Raimundo Melo negou a solicitação feita pelo advogado de defesa de Lúcio, Antônio Glaucius de Moraes. O pedido foi impetrada na última segunda-feira (18) e negado nesta quarta-feira (20). Essa é a terceira vez que fazem a solicitação.

Lúcio André Genésio já está com dois mandados de prisão preventiva em aberto, um expedido pelo titular da 3ª Vara Criminal de São Luís, juiz Clésio Coelho Cu­nha, em razão das agressões ocorridas no mês passado, na capital, e o outro expedido pelo magistrado Lúcio Fernandes Soares, titular da 2ª Vara da Comarca de Pinheiro, pelo descumprimen­to de medidas protetivas que o mantinham afastado da vítima.

Lúcio André Genésio continua foragido desde o dia 12 de novembro, dia em que ocorreu a segunda agressão contra a advogada Ludmila Rosa Ribeiro. A vítima teve o rosto desfigurado e várias lesões pelo corpo. Lúcio foi liberado após pagar fiança, medida revogada posteriormente por se tratar de um crime inafiançável, devido as circunstâncias do fato.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *