20 de junho de 2021

MAC está sem presidente, afirma ex-cartola

 MAC está sem presidente, afirma ex-cartola
Cleibson Ferreira e William Rio Branco na apresentação do Maranhão (Foto: Bruno Alves)

O ex-presidente do Maranhão, William Rio Branco, disse que o time deve reiniciar as atividades com o futebol profissional em dezembro. Entretanto, o ex-dirigente lembrou que o Conselho Deliberativo deve convocar eleições para o Conselho Diretor, que está vazio desde agosto, quando encerrou o seu mandato.

Para William Rio Branco o ideal é que o MAC inicie as atividades em dezembro. “O ideal seria começar no início de dezembro como os outros clubes estão se programando, porque teríamos tempo de fazer uma boa pré-temporada. Acredito que até dezembro o Conselho Deliberativo já terá feito a eleição ou criado uma junta administrativa, que dá no mesmo, porque o time não pode ficar sem um presidente”, disse.

William Rio Branco disse estar à disposição para comandar o futebol do Maranhão por mais um mandato. “Sempre ajudei e continuarei ajudando o MAC nem que seja das arquibancadas. Estou posso contribuir seja como o presidente ou membro de uma junta governativa. Eu quero é ajudar o Maranhão”, confirmou.

De acordo com o ex-cartola, a pesar do pouco tempo para o início da próxima temporada, ele acredita que conseguirá montar uma equipe competitiva. “Nós temos muitos jogadores apalavrados com a gente. A eleição é rápida. É apenas uma questão burocrática, pois precisamos enviar para a CBF e o INSS os nomes do presidente e vice-presidente”, confirmou.

Apesar de estar sem uma diretoria constituída, o Maranhão não está parado. “Atualmente o MAC é dirigido pelo presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Mendes, que está administrando o clube. Pode não parecer, mas o Maranhão não é só futebol. Há uma série de coisas que administradas pelos conselheiros como o pagamento de débitos com INSS e IPTU. Queremos no futuro acabar com o débito, pois ele está parcelado”, contou.

De acordo com William Rio Branco, o Maranhão precisa se modernizar. “O MAC é muito mais que um time de futebol. É um clube e poderia abrir para sócios. Com isso, teríamos uma receita maior que o Sócio Torcedor. É preciso modernizar a gestão do Maranhão”, finalizou.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *