31 de julho de 2021

Idosa é resgatada após sofrer maus-tratos do próprio filho

 Idosa é resgatada após sofrer maus-tratos do próprio filho
Idosa foi resgatada dentro de casa, que estava em situação insalubre — Foto: Divulgação/Ministério Público do Maranhão

Uma idosa de 93 anos foi resgatada na residência dela, no bairro do Angelim, em São Luís. Ela estava sendo vítima de maus-tratos pelo próprio filho, segundo o Ministério Público do Maranhão, que coordenou o resgate na manhã desta quinta-feira (15).

“Ela é cadeirante e existe uma resistência por parte do filho. Os informes são de que ele se aproveita da situação dela para ir às instituições pedir auxílio. Estamos adotando todos os procedimentos para salvar essa vida e dar um mínimo de dignidade, pois ela está morando dentro do lixo”, informou o promotor de Justiça, Augusto Cutrim.

O resgate foi feito após denúncias. A idosa estava em uma rede, no meio de objetos acumulados. Há suspeita de abuso financeiro e outros crimes contra ela.

A idosa foi levada para um abrigo, onde vai receber atendimento médico e sua situação será avaliada por uma equipe multidisciplinar.

Pelo Estatuto do Idoso, qualquer ação ou omissão que cause morte, dano, sofrimento físico ou psicológico a quem tem mais de 60 anos é violência. Em muitos casos, o crime é cometido pelos próprios parentes.

“Pessoas do seio familiar que poderiam, por exemplo, proteger, cuidar deles, mas o que acontece é que a falta de atenção e a falta de cuidados faz com que muitos idosos entrem em um ambiente emocional de tristeza, de depressão, às vezes eles passam a viver em um ambiente mais isolado”, explica a psicóloga Janaíne Castro.

Idosa vivia em um ambiente cheio de entulho — Foto: Divulgação/MP-MA

De janeiro a junho de 2021, foram registrados 399 casos de violência contra idosos só na Região Metropolitana de São Luís, segundo a Defensoria Pública. Entre as situações mais frequentes estão: negligência, abuso financeiro, violência psicológica e violência física.

Para o promotor de Justiça Augusto Cutrim, a realidade tende a ser ainda mais cruel do que os números mostram.

“Primeiramente, em razão da dificuldade em apresentar essas denúncias, agora durante a pandemia, porque o idoso sempre gosta de vir e contar as histórias. Mas a razão principal desse número ser subnotificado é que o idoso não reconhece que está sendo vítima de violência”, afirmou o promotor.

O Ministério Público do Maranhão divulgou vários canais que podem servir para denúncias de maus-tratos contra idosos. Confira abaixo:

  • Disque 100
  • Disque Denúncia Maranhão – 3223.5800
  • Ouvidoria do MPMA:
  • Ligações gratuitas: 0800 098 1600 e Disque 127
  • WhatsApp: (98) 99137-1298

Leia mais notícias em RadioNoticiaMaranhao.com.br e siga nossas páginas no Facebook, no YouTube e no Instagram. Envie informações à Redação do Rádio Notícia Maranhão por WhatsApp pelo telefone (98) 99121-5205.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *