17 de junho de 2021

Hospital Universitário realiza “mamaço”

 Hospital Universitário realiza “mamaço”

Evento faz parte do “Agosto Dourado”, mês de incentivo à amamentação exclusiva até o sexto mês de vida (Foto: Reprodução)


Evento faz parte do “Agosto Dourado”, mês de incentivo à amamentação exclusiva até o sexto mês de vida (Foto: Reprodução)

Um “mamaço”, parte do “Agosto Dourado”, mês destinado à campanha de incentivo ao aleitamento materno, foi realizado ontem (3), no Shopping da Ilha, promovido pelo Banco de Leite Humano do Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (BLH/HU-UFMA), em parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria-MA, a Residência Multiprofissional, a Liga Acadêmica de Amamentação da UFMA (LIAAM), o Comitê Estadual de Aleitamento Materno e a Secretaria Municipal de Saúde. As atividades da campanha se iniciaram no 1º dia de agosto e se estendem até quarta-feira (8).

Um ato de amor que, além de garantir saúde e qualidade de vida, fortalece os laços entre mãe e filho. Este é o foco do “Agosto Dourado”, mês de incentivo ao aleitamento materno exclusivo até o sexto mês de vida do bebê e complementado até os 2 anos ou mais. A programação objetiva dar visibilidade a amamentação como alicerce da vida. O “Agosto Dourado” é uma extensão da Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM), comemorada oficialmente entre os dias 1º e 7 de agosto.

“O foco é a sensibilização, tanto para doação, quanto para a amamentação. A amamentação é uma recomendação universal, pois proporciona pleno equilíbrio, levando todos a um bom começo de vida”, esclareceu o coordenador-substituto do BLA/HU-UFMA, Christyann Lima.

A proposta é fazer com que o tema seja discutido e disseminado durante todo o mês, para que informações importantes cheguem a todos, como os avanços mais recentes dos direitos de proteção à maternidade, os benefícios para a mãe e o bebê e as lutas para o fortalecimento da legislação. A nutricionista Gabrielle Chaves chamou atenção para os principais benefícios relacionados a este período.

“O leite materno é o único alimento totalmente completo, tanto em calorias quanto em nutrientes para o bebê. A mãe, independente do seu estado nutricional, dará aporte nutricional para o bebê por meio do leite materno. O aleitamento materno deve ser exclusivo até os seis meses, mas existem casos em que há a necessidade de entrar com uma fórmula que deve ser avaliada por um profissional”, explicou a nutricionista.

Nos casos em que a produção de leite pelas mães é insuficiente, além da fórmula citada pela nutricionista, há a alternativa da amamentação feita por meio dos Bancos de Leite, como o do HU-UFMA. No entanto, o estoque insuficiente dificulta essa possibilidade, conforme esclareceu o coordenador-substituto do órgão.

“Muitos recebem fórmula, pelo baixo estoque de leite. Então, os médicos priorizam os mais graves e com maior risco. O ideal seria que pudéssemos atender a todos que precisam e assim melhorar a proteção e a nutrição desses bebês. Atualmente, conseguimos atender apenas cerca de 30% dos bebês internados devido ao baixo volume de leite que coletamos”, destacou.

Um dos objetivos da ação é o de incentivar lactantes à doação do produto, capaz de salvar vidas. Para muitas mães, a produção de leite não é problema e a doação pode auxiliar e prevenir problemas durante a amamentação. Como o caso da jornalista Karine Baldez, que doou leite durante todos os 10 meses.

“Eu tinha uma produção de leite muito grande, o que me gerava problema, também. Mas não adiantava só reclamar. Então, eu tentava usar de uma maneira boa tanto leite que eu tinha e ajudava crianças que estavam em UTIs e as mães não produziam leite. Eu doava toda semana para o Banco de Leite. É uma atitude de humanidade quando você doa qualquer coisa, imagina leite materno, que é vida. Cada gota de leite materno é ouro. Para mim, foi muito gratificante”, relatou a jornalista.

O evento de ontem iniciou às 15h com o desenvolvimento de diversas atividades como a mesa de abertura oficial com gestores locais e convidados, apresentação do coral da residência multiprofissional do HU-UFMA, apresentação da dança materna, exposição de trabalhos científicos sobre aleitamento materno, estandes para divulgar os benefícios do aleitamento materno para mãe, bebê, sociedade e meio ambiente e a distribuição de laços dourados para a comunidade a fim de divulgar o “Agosto Dourado”.

Além do “mamaço”, outras atividades e ações de promoção do aleitamento materno foram realizadas desde o dia 1º, no Hospital Materno Infantil, integradas à Semana Mundial de Amamentação, que, este ano, traz o tema “Amamentação: alicerce da vida”. A programação se estende até quarta-feira (8).

PROGRAMAÇÃO

5/8 – Praça Benedito Leite: Divulgação da Semana Mundial de Amamentação, com o lema: “Amamentação é a Base da Vida” – O evento deverá acontecer das 7h às 12h30 e terá como principal objetivo promover o aleitamento materno como o alicerce da vida. Para isso, serão desenvolvidas as seguintes atividades: apresentação do coral da residência multiprofissional do HUUFMA, apresentação de dança materna e distribuição de laços dourados para a comunidade a fim de divulgar o “Agosto Dourado”.

6/8 – Hall de entrada do Materno Infantil: Promoção do Aleitamento materno – Esta ação terá como objetivo divulgar os benefícios do aleitamento materno para mãe, bebê, sociedade e ambiente. Informará ainda a importância dos BLHs para apoiar, promover e proteger o aleitamento materno. Distribuição de laços dourados para a comunidade.

7/8 – HU-UFMA – Unidade Materno Infantil: Blitz da Amamentação – Esta ação terá como objetivo divulgar os benefícios da amamentação de maneira lúdica. A blitz ocorrerá nas dependências do HU, e os funcionários, em parceria com o coral da residência multiprofissional e LIAAM, cantarão paródias da amamentação.

8/8 – Unidade Saúde da Família AMAR: Promoção do Aleitamento materno –Esta ação terá como objetivo divulgar os benefícios do aleitamento materno para mãe, bebê, sociedade e ambiente. Informando ainda a importância dos BLH para apoiar, promover e proteger o aleitamento materno.

Leia mais notícias em RadioNoticiaMaranhao.com.br e siga nossas páginas no Facebook, no YouTube e no Instagram. Envie informações à Redação do Rádio Notícia Maranhão por WhatsApp pelo telefone (98) 98770 3557.

0 Reviews