21 de abril de 2021

Extorsão a comerciantes será apurada

 Extorsão a comerciantes será apurada

Criminosos agiam se passando por policiais civis (Foto: Divulgação)

Criminosos agiam se passando por policiais civis (Foto: Divulgação)

A Polícia prendeu, na manhã dessa terça-feira (31), o vigilante José Arnaldo Soares, de 35 anos. Ele é suspeito de extorquir dinheiro de comerciantes que possuem máquinas de caça-níqueis em bares e mercados de São Luís. Ele foi encaminhado para a Penitenciária de Pedrinhas e vai responder por furto qualificado mediante fraude, usurpação de função pública e associação criminosa.

As investigações indicam que comerciantes de vários bairros da região metropolitana de São Luís foram vítimas de extorsão, mas não denunciavam porque estão envolvidos em jogos de azar, o que também é ilegal.
Além de José Arnaldo, a polícia investiga a participação de possíveis policiais civis e militares. A suspeita baseia-se em informações que apontam homens se identificando como policiais aos comerciantes e exigindo dinheiro para não apreender os caça-níqueis.

“Nós iniciamos uma investigação para apurar os fatos e descobrimos que esses indivíduos já tinham sido presos por esse tipo de crime, inclusive com envolvimento de policiais militares. Então nós chegamos à autoria de todos eles, representamos pela prisão preventiva e hoje demos cumprimento ao prender o José Arnaldo”, informou o delegado Paulo Vitor.

No caso de José Arnaldo, a polícia chegou até ele depois que a proprietária de um estabelecimento fez uma denúncia. Todos os integrantes do grupo já foram identificados, mas outras pessoas podem estar envolvidas no esquema.

“Não descartamos que policiais militares ou civis estejam envolvidos. É bom que se ressalte que, em 2007, o José Arnaldo foi preso com dois militares pelo mesmo crime. Acreditamos que existam policiais envolvidos e falta a gente descobrir a autoria”, declarou o delegado Paulo.

Leia mais notícias em RadioNoticiaMaranhao.com.br e siga nossas páginas no Facebook, no YouTube e no Instagram. Envie informações à Redação do Rádio Notícia Maranhão por WhatsApp pelo telefone (98) 98770 3557.

0 Reviews