21 de abril de 2021

Exposição retrata cotidiano de São Luís

 Exposição retrata cotidiano de São Luís

A exposição reúne 67 peças e desenhos retratam igrejas, praças e prédios de São Luís. (Foto: Divulgação)

A exposição reúne 67 peças e desenhos retratam igrejas, praças e prédios de São Luís. (Foto: Divulgação)

A exposição do artista Léo dos Santos França está em cartaz no Espaço de Artes Márcia Sandes, na sede da Procuradoria Geral de Justiça (Calhau), até esta quarta-feira, 25.

O trabalho, que é composto de 67 peças, retrata com riqueza de detalhes igrejas, praças e prédios da capital maranhense. A técnica utilizada nos desenhos foi a “Aquarela com Nanquim”. Todas as peças estão à venda por preços que variam de R$ 80 a R$ 250.

A aquarela é uma técnica de pintura muito antiga surgida na China há mais de 2 mil anos, na qual os pigmentos se encontram suspensos ou dissolvidos em água. São utilizados como suporte o papiro, casca de árvore, plástico, couro, tecido, madeira e tela. Já a tinta Nanquim em desenhos pode criar um efeito mais expressivo no olhar de um personagem, ou curvas de efeito na pele, com detalhes.

AUTOR

Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Estadual do Maranhão, o artista é natural de Floriano no Piauí e tem 33 anos de idade. Residiu dois anos na Irlanda, onde desenvolveu a técnica da aquarela e nanquim. Léo França já retratou prédios e cotidiano de pessoas no Brasil, Irlanda, França, Holanda e Portugal.

0 Reviews