9 de maio de 2021

Empresário que agrediu advogada é considerado foragido da justiça

 Empresário que agrediu advogada é considerado foragido da justiça
(Foto: Reprodução)

O empresário Lúcio André Genésio é considerado foragido da Justiça. Ele teve a prisão preventiva decretada no último domingo (12), pelo juiz Clécio Cunha intervir no caso. Lúcio é acusado de agredir fisicamente a ex-companheira, a advogada Ludmila Ribeiro Silva, fato ocorrido no último sábado (11), após ataque de ciúmes resultado da negação de Ludmila em publicar uma foto do casal em rede social.

Lúcio André Genésio chegou ainda a ser preso em flagrante no mesmo dia do fato, mas foi liberado após pagar a fiança no valor de R$ 4.685,00, determinada pelo delegado de Polícia Civil, Válber Braga,que também deve ser investigado pela Corregedoria a pedido da Justiça.

O inquérito policial sobre a lesão corporal grave de Ludmila Ribeiro Silva será remetido no prazo de dez dias para o judiciário, mesmo sem o depoimento do suspeito. Nessa segunda-feira (13), a vítima prestou um novo depoimento na Delegacia da Mulher em São Luís e contou que após as agressões, não conseguia nem andar.

“A vítima já foi reinquirida e confirmou todas as agressões sofridas. Disse que tentou sair do carro do acusado apenas uma vez durante as agressões, mas como ele não a deixou sair e ainda aumentou as agressões. As testemunhas já estão com depoimentos agendados para ainda esta semana. Já temos um laudo do exame do corpo de delito, e ainda que ele não seja encontrado e preso, até o final da semana o inquérito é concluído e encaminhado ao Poder Judiciário”, explicou a delegada da Mulher, Wanda Moura.

 

O resultado da perícia ainda não foram entregues.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *