17 de junho de 2021

Continuam buscas por corpo de adolescente que se afogou no Araçagi

 Continuam buscas por corpo de adolescente que se afogou no Araçagi

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O Corpo de Bombeiros Militar iniciou novamente, na manhã desta segunda-feira (13), as buscas pelo corpo do segundo adolescente Felipe da Silva Pires, de 14, vítima de afogamento, ocorrido na manhã desse domingo (12), na praia do Araçagi. O corpo do irmão, identificado como Mauro Gabriel Silva Pires, de 13 anos, foi encontrado horas depois do incidente ainda neste domingo.

De acordo com o Capitão Lisboa, do Corpo de Bombeiros, os adolescentes estavam acompanhados de outros jovens antes de desaparecer no mar. Assim que notaram o sumiço, os colegas acionaram os bombeiros, que realizaram operação para fazer o resgate.

Os oficiais ainda tentaram reanimar Mauro Gabriel, mas foi sem sucesso. Agora, as buscas são para encontrar o irmão. “Temos uma equipe que está em uma embarcação, outra fazendo varredura aquática, e ao longo do dia vamos fazer sobrevoos com o auxílio da aeronáutica”explicou o Capitão Lisboa.

Entenda o caso

Dois irmãos adolescentes morrem afogados na praia do Araçagi

Ainda na tarde de ontem (12), o Corpo de Bombeiros se pronunciou sobre ocorrido:

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, informa que por volta das 12 horas deste domingo (12/08/18), houve um registro de uma ocorrência de afogamento na Praia do Araçagi envolvendo dois irmãos. Banhistas afirmam que os dois adolescentes estavam em um grupo com outros jovens e acabaram se distanciando, em seguida desapareceram no mar. Imediatamente as equipes de Guarda – Vidas do Batalhão de Bombeiros Marítimos iniciaram as buscas com apoio do Centro Tático aéreo (CTA). Uma das vítimas, Mauro Gabriel da Silva Pires (13 anos) foi encontrada por uma equipe de bombeiros e submetida as manobras de reanimação cardíaca, porém, minutos depois, foi constatado seu óbito. As buscas continuam para que logo seja encontrado o outro jovem, identificado como FELIPE DA SILVA PIRES (14 ANOS).

O CBMMA afirma ainda, que realiza um forte trabalho de prevenção na orla marítima, e que inclusive, no momento do acidente, fazia rondas naquela área, alertando os banhistas que apresentavam condutas perigosas na água.

0 Reviews