15 de abril de 2021

Bombeiro atira em policial durante baile em São Luís

 Bombeiro atira em policial durante baile em São Luís

Capitão do Corpo de Bombeiros do Maranhão, identificado como Leonardo Silva Mendonça, foi preso após alvejar com um tiro em uma das pernas um policial, 3º sargento da Polícia Militar Eberval Santos Rodrigues, de 48 anos, responsável pela organização de um baile de pré-Carnaval. A confusão foi em uma festa de pré-carnaval, na Associação dos Servidores da Eletronorte, no bairro Turu, em São Luís, na madrugada deste domingo (04). O caso foi registrado no Plantão de Polícia Civil do Cohatrac por meio do Boletim de Ocorrência 770/2018.

De acordo com informações repassadas a polícia e registradas em boletim de ocorrência no Plantão do Cohatrac, Leonardo Silva Mendonça, 32 anos, havia penetrado a festa acompanhado de mais dois amigos sem pagar a contribuição de R$ 30,00, valor referente ao abadá que identificava os brincantes.

Ao flagrarem os três homens entrando pela parte dos fundos do clube, com a intenção de participar do evento, os seguranças da festa comunicaram ao organizador do baile, o policial Eberval Santos Rodrigues, que comunicou aos penetras que não poderiam permanecer no local sem os respectivos abadás.

Os invasores se recusaram a deixar o espaço e foram avisados de que seriam retirados à força. Quando os seguranças partiram para expulsá-los, o bombeiro Leonardo sacou uma arma de fogo, afugentando-os. Eberval permaneceu no local, insistindo para que saíssem, e foi atingido por um balaço em uma das pernas. Ao perceber que o atirador preparava-se para efetuar outro disparo, um irmão do policial ferido que estava presente jogou-se sobre o autor, imobilizando-o, com o auxílio do próprio Eberval, que mesmo ferido ajudou a desarmá-lo.

A vítima, de acordo com o Boletim de Oocorrência (BO), foi atingida com tiro em uma das pernas. Brincantes ainda tentaram agredir Leonardo, mas foram contidos. O policial baleado foi levado por familiares que estavam no baile para o Hospital São Domingos. 

Consta ainda no boletim, a apreensão de uma pistola calibre .40 com o carregador com 11 munições intactas e uma deflagrada. De acordo com a polícia, o capitão do Corpo de Bombeiros do Maranhão é lotado no Centro Tático Aéreo (CTA), que reúne profissionais da segurança pública do Maranhão e é acionado em missões específicas.

Em nota, o Corpo de Bombeiros informou que o ocorrido se trata de um fato isolado e não reflete a disciplina dos militares que são treinados para preservar vidas e cumprir o regimento interno. O comando do Corpo de Bombeiros disse também que já decretou a prisão administrativa do oficial, que ficará custodiado no quartel do comando geral e que foram adotadas todas as medidas administrativas e disciplinares que o caso requer, sem prejuízo da responsabilização criminal.

Abaixo, imagens do boletim de ocorrência relatando o fato:

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *