23 de abril de 2021

Assembleia autoriza doação de sangue por pessoas LGBTQ+

 Assembleia autoriza doação de sangue por pessoas LGBTQ+
Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Maranhão defendeu também a instalação de um hospital de campanha em Montes Altos (Foto: Reprodução)

Em reunião virtual, realizada nesta quinta-feira (24), a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Maranhão analisou o projeto sobre a instalação de um hospital de campanha em Montes Altos. A proposta, de autoria do deputado e presidente da Comissão, Antônio Pereira (DEM), tem como objetivo desafogar a rede hospitalar da região, em função da grande quantidade de pacientes com Covid-19 que são atendidos em Imperatriz.

O deputado, que já esteve internado em uma UTI por causa do coronavírus, afirmou que 100% dos leitos hospitalares na Região Tocantina estão ocupados.

“Vou conversar com empresas da região para ajudarem na instalação desse hospital de campanha, numa parceria com o Governo do Estado, para ver se conseguimos minimizar o impacto econômico dessa implantação e facilitar o atendimento, salvando vidas. Sabemos que os profissionais de saúde estão exaustos e o Estado está com dificuldades financeiras para cobrir os custos”, declarou o presidente da comissão.

A sessão também aprovou o projeto que autoriza a doação de sangue por pessoas da comunidade LGBTQ+ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros). A proposta teve como autor o deputado Yglésio Moises (PROS) e relatora a deputada Helena Duailibe (SSD).

“Neste momento de pandemia, as pessoas estão deixando de doar com medo de se contaminar. Acabar com a discriminação em relação à comunidade LGBTQ+ vai facilitar a doação. Quem doar, passará por uma bateria de exames”, justificou a parlamentar.

Academias

De autoria do deputado Rafael Leitoa (PDT), o projeto que define o funcionamento de academias de musculação e atividades afins como serviços essenciais, também recebeu parecer favorável dos parlamentares.

Vacinação

A Assembleia Legislativa do Estado aprovou ainda o Projeto de Lei nº 596, de autoria do deputado Wellington do Curso (PSDB) e que obriga os hospitais a informar as gestantes sobre o direito que têm de acompanhar alguém quando em trabalho de pré-parto ou pós-parto. 

Leia mais notícias em RadioNoticiaMaranhao.com.br e siga nossas páginas no Facebook, no YouTube e no Instagram. Envie informações à Redação do Rádio Notícia Maranhão por WhatsApp pelo telefone (98) 99121-5205.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *