20 de abril de 2021

Assaltos a coletivos reduziram 25% no mês de fevereiro

 Assaltos a coletivos reduziram 25% no mês de fevereiro

Policiais continuam megaoperação deflagrada na região metropolitana de São Luís. (Foto: Divulgação/Secap)

Policiais continuam megaoperação deflagrada na região metropolitana de São Luís. (Foto: Divulgação/Secap)

Segundo dados do Sistema de Informação (Sigo), que tem base em estatísticas do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão (STTREMA), no mês de fevereiro deste ano houve uma diminuição de 25% noa registros de ocorrências a coletivos na Região Metropolitana de São Luís. O número é 55% maior, se comparado ao mesmo período de 2017. Nesse mesmo período, a Polícia Militar, por meio do Batalhão Tiradentes, realizou mais de 2,2 mil abordagens a ônibus.

No comparativo entre os anos 2015 e 2017, coletados com o STTREMA, também houve queda nos assaltos a ônibus. Foram 662 ocorrências em 2015, que no ano seguinte, diminuíram em 9%, quando 603 casos foram registrados. A queda se manteve em 2017, com 580 registros, representando 3,8% menos casos, em comparação a 2016. “Os números mostram a importância das ações especializadas e ostensivas do Batalhão por meio da operação Busca Implacável no controle a este crime”, reiterou o tenente-coronel Raimundo Andrade.

“O objetivo da operação é impedir assaltos a ônibus e garantir a segurança de quem utiliza o serviço público”, destaca o comandante geral do Batalhão Tiradentes. A ação consiste na presença do policial nos coletivos para vistoria e monitoramento, priorizando pontos com maior demanda de ocorrências. Além das abordagens a pessoas, a polícia realiza condução, prisão de suspeitos e apreensões de drogas e armas, se for o caso. No período somaram 2.223 abordagens a ônibus.

O aumento nas abordagens vem ocorrendo gradativamente, após novo planejamento das atividades que tem como foco o alcance de demanda estipulada pelo comando da operação. Cada equipe de policiais realiza 10 abordagens a coletivos diariamente e são premiados pela meta concluída a cada trimestre. “Uma medida de estímulo ao trabalho e empenho dos nossos policiais, merecidamente”, reforça o tenente-coronel Andrade.

O comandante geral do Batalhão Tiradentes enfatizou ainda o “apoio irrestrito do governador ao grupamento, aumentando o número de veículos e dotando a unidade de equipamentos para combate a este crime”. São 170 policiais, 30 motos e cinco viaturas que atuam como apoio. O Batalhão está localizado na Rua 7 de Setembro, Centro, e atende ao bairro e demais regiões do entorno.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *