6 de maio de 2021

Aluna maranhense é premiada em concurso nacional de redação

 Aluna maranhense é premiada em concurso nacional de redação
(Foto: Divulgação)

A aluna do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), unidade plena de São Luís, Marcely Botão Sousa, 18 anos, do curso de Serviços Jurídicos, foi a terceira colocada do 3º concurso de redação com o tema ‘Mais direitos, menos grades’, realizado pela Defensoria Pública da União (DPU).

A estudante contou que decidiu participar do concurso pelo incentivo dado pelo professor de português e da preparação realizada para a produção textual. “O professor nos disse para fazer nossa inscrição independente de ganharmos, pelo menos teríamos a noção de como produzir uma boa redação. Para a preparação tive ajuda do professor, que recomendou vários textos relacionados ao assunto. Eles foram lidos e discutidos em sala de aula. Além disso, assisti documentários e busquei conteúdos na internet”, disse.

Segundo a estudante, ao produzir a redação aprendeu que, apesar de o presidiário estar privado de sua liberdade, ele tem direitos básicos como qualquer cidadão, os quais devem ser respeitados e assegurados, direitos tais como alimentação, ressocialização, higiene, educação etc.

“Estou muito feliz, pois nunca imaginei que minha redação fosse uma das escolhidas entre as melhores do país. O IEMA tem grande contribuição em minha conquista, pois diariamente durante as aulas aprendemos bastante. Os professores são preparados e qualificados, além de nos ensinar, incentivar o crescimento educacional, profissional e pessoal”, falou Marcely.

Jaqueline Ferreira Botão, mãe de Marcely, disse que a filha sempre foi estudiosa e cumpriu o papel de estudante, sempre buscou por conhecimento, mas não esperava que a filha ganhasse o concurso. “Fiquei surpresa de ela ter ficado em terceiro lugar. Estou muito orgulhosa”.

De acordo com o gestor da unidade, Moisés Dias, a colocação da estudante é o resultado do trabalho árduo que vem sendo desenvolvido por toda a equipe da unidade. “É uma vitória que demonstra o início da consolidação do trabalho do professor Antônio Silveira e de todos os educadores. Os nossos alunos são incentivados a participar de concursos dessa natureza, o que, seguramente, aumenta o seu interesse pelos estudos e, consequentemente, pelos bons resultados”, disse.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *