20 de abril de 2021

Acordos no Balcão de Renegociação superam a marca de R$ 8 milhões

 Acordos no Balcão de Renegociação superam a marca de R$ 8 milhões
(Foto: divulgação)

O balanço final do “Balcão de Renegociação de Dívidas”, promovido pelo Núcleo de Solução de Conflitos do Tribunal de Justiça do Maranhão, movimentou mais de 8,4 milhões em acordos financeiros entre empresas, instituições e cidadãos, no Shopping Rio Anil, em São Luís.

O evento – realizado entre os dias 23 e 27 deste mês – registrou mais de 4.580 atendimentos presenciais e eletrônicos, resultando num valor final de R$ 4,9 milhões, com um percentual médio de descontos de 41,64%.

Além desse total, foram registradas ainda, no stand da Mediação Digital, propostas de negociação com cerca de 450 empresas acessíveis por plataformas digitais, com valor total de R$ 3,2 milhões, sugerido pelos consumidores. Em atendimentos feitos pela equipe do Centro de Conciliação de São Luís, o valor foi de R$ 105.825,78.

As empresas possuem um prazo de 20 dias úteis, após o envio das tentativas de acordos, para confirmar as negociações. Os dados constam em relatório enviado pelo Núcleo de Solução de Conflitos do TJMA.

O “Balcão de Renegociação de Dívidas” integra o projeto ‘Consumidor Adimplente – Cidadão com Plenos Direitos’ desenvolvido pelo Núcleo, com a finalidade de viabilizar o encontro entre consumidores em situação de inadimplência e entidades credoras, facilitando o diálogo entre as partes na tentativa de acordos para a renegociação de dívidas.

Parceria

Representando os parceiros participantes, José Alfredo Carvalho, da Superintendência da Caixa Econômica, ressaltou a importância da iniciativa, ao incentivar o diálogo e aproximar os cidadãos das empresas. A Caixa ofereceu diversos serviços no período: renegociação de créditos, orientações, incorporação de parcelas, regularização de contratos habitacionais, entre outros.

“É importante que esse tipo de iniciativa aconteça sempre, pois nos possibilita atender muitas pessoas, inclusive fora do expediente bancário, facilitando suas vidas, e contribui para uma mudança de cultura das próprias empresas”, afirmou.

Empresas

Participaram desta edição do Balcão: Câmara de Dirigentes Lojistas do Maranhão (CDL), Banco do Brasil, Banco Bradesco, Caixa Econômica Federal, Lojas Gabryella, Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), Secretaria Municipal da Fazenda (SEMFAZ), Credishop, Companhia de Água e Esgotos do Maranhão (Caema), Ceape, Universidade Ceuma (Uniceuma), Faculdade Pitágoras, Faculdade Facam, Claro/NET, Companhia Energética do Maranhão (Cemar), escritório de advocacia Raul Abreu, Condomine, ServGroup, Câmara de Mediação e Arbitragem Empresarial do Maranhão (CBMAE/MA).

Mediação Digital

No local, também havia um stand voltado especificamente para mediação digital, visando auxiliar os cidadãos com 450 empresas acessíveis por plataformas digitais. O consumidor conseguiu cadastrar reclamações, informar interesse em negociar dívidas ou solicitar o agendamento de audiências com empresas que não estavam participando fisicamente do Balcão.

0 Reviews