8 de maio de 2021

Candidatos faltam ao debate do Crea

 Candidatos faltam ao debate do Crea

Fachada do Crea-MA (Foto: Reprodução)

Fachada do Crea-MA (Foto: Reprodução)

Apenas dois candidatos à presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do Maranhão marcaram presença no debate que seria realizado nesta segunda-feira (11) na Assembleia Legislativa. O evento, organizado pelo Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês das Bacias Hidrográficas (Fonasc.CBH), não aconteceu.

Os candidatos que foram ao debate emitiram nota repudiando a ação dos demais. O candidato Vilson Dias se declarou decepcionado com a ausência dos concorrentes e parabenizou a iniciativa do Fonasc. Rita de Cassia, outra candidata presente, lamentou a falta dos candidatos e disse que foi uma oportunidade perdida para colocar à mesa as propostas de cada um.

Os postulantes ao cargo justificaram a ausência e alegaram irregularidade na realização do debate.

O candidato Berilo Macedo, alegou que não foi ao debate porque não houve concordância formal de todos os candidatos. Ele disse na justificativa que em nenhum momento, houve a concordância prévia e formal da participação dele no debate. Argumentou usando a resolução que regulamenta as eleições para presidentes do Confea. Ela prevê que haja concordância prévia e formal dos candidatos interessados. O candidato Paulo Rogério usou o mesmo artigo para justificar a ausência.

O candidato Walter Machado, comunicou a ausência alegando compromissos marcados anteriormente.

O candidato Eufrasio Bezerra, alegou que a realização do debate na Assembleia Legislativa fere o regulamento eleitoral do Conselho. Ele ainda questionou o interesse da entidade na eleição do Crea.

O Fonasc.CBH afirmou, por meio de noda, que os candidatos à presidência foram informados das regras e realização do debate em tempo hábil, assim como no primeiro debate técnico entre os candidatos à presidência do CREA-MA.

Confira a nota completa:

O Fonasc.CBH informa que conforme o planejado e comunicado a todos os candidatos à presidência do CREA-MA, no triênio 2018/2020, foi disponibilizado em tempo necessário todas as regras, bem como o formato do primeiro debate técnico entre os candidatos à presidência do CREA-MA.

E mesmo dentro do processo de lisura, transparência  e isonomia, o Fonasc.CBH lamenta a indisponibilidade dos candidatos que deixaram de participar de um momento ímpar da engenharia do Maranhão, em que pese as justificativas que foram lidas e relatadas aos presentes no auditorio Neiva Moreira, na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Apenas dois candidatos (Rita e Vilson) estiveram presentes no auditório e através de seus assessores fizeram suas justificativas que foram também lidas aos presentes.

Repudiamos a manifestação de candidatos, que além de alegar a ilegitimidade de modo ofensivo e grosseiro à nossa iniciativa, que atuaram de forma a se esconder atrás de argumentos que não se sustentam e que não são compatíveis com o estado democrático de direito que a nação brasileira constrói a cada dia.

O Fonasc.CBH continuará a cumprir sua missão institucional de promover o aperfeiçoamento democrático das organizações de interesse público, tal como o CREA, e que condena a atitude covarde daqueles que além de não participarem ainda faltaram com a verdade, tentando evitar que o debate ocorresse, desqualificando uma iniciativa que é legitima e de interesse público.

Estaremos disponibilizando as questões, bem como as justificativas, que foram encaminhadas para a coordenação do debate e que deveriam ser debatidas, para que os candidatos ainda se posicionem e exerçam a transparência à altura da eleição que se processa.

O debate foi representativo, uma vez que, houve a oportunidade dos profissionais de base tecnológica e a sociedade presente no auditório compreender quem é quem na disputa pela cadeira de presidente do CREA-MA.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *