15 de junho de 2021

52,4% dos maranhenses estão em situação de pobreza extrema

 52,4% dos maranhenses estão em situação de pobreza extrema
(Foto: Reprodução / Internet)

Com base em dados apresentados pela “Síntese de Indicadores Sociais: Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira”, SIS 2017, divulgado nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 25,4% da população brasileira vivia no passado em situação de pobreza, segundo critério adotado pelo Banco Mundial, que considera pobre quem ganha menos do que US$ 5,5 por dia nos países em desenvolvimento, ou seja, que, tem renda domiciliar per capita menor do que R$ 387 por mês.

Com base nestes números, havia 52,2 milhões de brasileiros em situação de pobreza extrema. Desse total, 52,4% dos brasileiros são maranhenses, o que apresenta o estado do Maranhão com a maior proporção de pessoas nesta situação. O estado com melhor desempenho foi Santa Catarina (9,4% da população local).

Outros dados

Ainda de acordo com o estudo, a situação é mais grave entre os 7,4 milhões de moradores de domicílios onde vivem mulheres pretas ou pardas sem cônjuge com filhos até 14 anos. Desses, 64,0% estavam abaixo dessa faixa de renda.

A SIS 2017 também apresentou uma análise de pobreza multidimensional, que mede o acesso da população a bens e a serviços que estão relacionados aos direitos sociais. Do total da população, 64,9% tinham restrição de acesso a pelo menos um dos direitos analisados – à educação, à proteção social, à moradia adequada, aos serviços de saneamento básico e à internet.

Novamente, os moradores de domicílios compostos por mulheres pretas ou pardas sem cônjuge com filhos até 14 anos são o grupo mais vulnerável (81,3%).

SIS 2017

 

O estudo tem como objetivo retratar a realidade social do país a partir da análise de indicadores que contemplem a heterogeneidade da sociedade brasileira.

0 Reviews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *